Bariloche na Primavera – Isla Victoria

Muita gente conhece Bariloche por sua fama de principal destino de esqui e neve dos brasileiros. Mas essa deliciosa cidade argentina oferece inúmeros passeios e atrativos também para quem – como eu – não leva nenhum jeito para pinguim.

Existem inúmeros sites e blogs interessantes sobre Bariloche, por isso vou me concentrar em mostrar a vocês a beleza única dessa região que eu consegui captar em duas viagens de 5 dias cada, mais do que nas informações técnicas.

Vista do Hotel Lao Lao, a partir de Puerto Pañuelo.

Vista do Hotel Lao Lao, a partir de Puerto Pañuelo.

Um dos principais passeios de Bariloche é o de barco para a Isla Victoria. É um passeio de meio dia, que sai de Puerto Pañuelo (em frente ao Hotel Lao Lao) e leva primeiro à ilha Victoria e depois ao Bosque de Arrayanes.

Passeio delicioso, principalmente com tempo bom. Tranquilo para fazer com crianças ou idosos, pois não exige muito. Há basicamente duas operadoras: a Cau Cau e a Turisur (o preço é o mesmo). Fomos com a Cau Cau e decidimos pagar pelo extra, que inclui uma área reservada na parte superior do barco e um serviço de lanche a bordo.

Algumas imagens.

As gaivotas, que seguem o barco o tempo todo, atrás de biscoitos.
As gaivotas, que seguem o barco o tempo todo, atrás de biscoitos.

As sequóias da ilha Victoria não são nativas. Foram trazidas dos Estados Unidos há cerca de um século e se adaptaram muito bem ao clima da região.

Mais algumas…

Agora, a segunda parte do passeio: O Bosque de Arrayanes, uma espécie de arbusto alaranjado bem peculiar. O passeio é bacana, mas nada fantástico. Vale pelo “pacote”, digamos assim.

Ao final da tarde, hora de voltarmos ao porto. O tempo ficou um pouco mais instável, mas apenas acrescentou uma certa dramaticidade às fotos, com belas nuvens carregadas contrastando com a paisagem.

Nossa chegada de volta ao porto. Normalmente, o mesmo passeio tem duas opções de duração: 4 ou 6 horas, visitando exatamente os mesmos lugares. A diferença é que na de maior duração, você tem que chegar ao porto por volta do meio dia, mas fica mais tempo na Isla Victoria (aproveitando para descansar e fotografar…). Já no de 4 horas, a saída é pelas 2 da tarde. A visita à ilha é um pouco mais corrida.

Quem quiser mais informações sobre este passeio, sugiro o ótimo blog “Nerds Viajantes”: http://www.nerdsviajantes.com/2012/07/02/bariloche-isla-victoria-y-bosque-de-arrayanes/

No meu próximo post, o passeio considerado o nº 1 do Trip Advisor: Cerro Tronador.

Anúncios

Sobre Pavlos Euthymiou

Fotógrafo carioca de origem grega, adoro fotografar natureza, arquitetura e gente! A ideia dese blog é viajar por diferentes lugares do mundo, através de minhas fotos e passar um pouquinho da minha experiência pessoal em cada lugar. Visite também o meu site: www.pavloseuthymiou.com.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s